TRINTA ANOS DA CONSTITUIÇÃO DE 1988:

Os três poderes e a mudança da participação no Brasil contemporâneo

  • Gustavo Paccelli Ciências sociais na UFJF

Resumo

O presente artigo pretende trabalhar os dilemas e contribuições da constituição de 1988 na relação entre os três poderes e na mudança da participação política dos últimos anos. Em um primeiro momento, trabalhamos os impactos do arcabouço teórico erigido pela constituição e na forma como se configurou a relação dos três poderes através dos fenômenos de judicialização da política e do ativismo judiciário. A força compelida pela constituição ao poder contra majoritário e sua atuação na relação com os demais poderes majoritários. No segundo momento, fazemos um contraponto da relação entre a promulgação dos mecanismos de participação institucional e a mudança na participação política nos últimos tempos. Entendemos que ao abrir o campo de atuação política na sociedade a constituição de 1988 representa um elemento de crise democrática que não é, necessariamente, fruto de suas aporias teóricas, mas encontra sua antítese na forma como os atores participam do jogo político.

Publicado
Out 16, 2019
##submission.howToCite##
PACCELLI, Gustavo. TRINTA ANOS DA CONSTITUIÇÃO DE 1988:. Entropia, [S.l.], v. 3, n. 6, p. 53/78, out. 2019. ISSN 2526-2793. Disponível em: <http://www.entropia.slg.br/index.php/entropia/article/view/133>. Acesso em: 21 nov. 2019.