MOVIMENTOS SOCIAIS E REDES DE MOBILIZAÇÃO NA AMAZÔNIA: O CASO DA HIDRELÉTRICA DE BELO MONTE

  • Lucas Milhomens Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Roraima (PPGCOM/UFRR).
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.52765/entropia.v5i10.227

Resumo

O presente trabalho é resultado de pesquisa de doutorado concluída no programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e tem como objetivo central apresentar um panorama das redes de mobilização dos movimentos sociais no contexto amazônico. Antes, para contextualizar o leitor, fizemos uma análise panorâmica da formação histórica e social da Amazônia brasileira, com destaque para àqueles que consideramos serem os principais protagonistas nesse processo: os movimentos e organizações sociais desta região, incluindo os que surgiram após a presença do Governo Civil-Militar nos anos de 1960. Uma primeira versão desse trabalho foi apresentada no Congresso Brasileiro de Sociologia de 2019.

Publicado
Jul 5, 2021
##submission.howToCite##
MILHOMENS, Lucas. MOVIMENTOS SOCIAIS E REDES DE MOBILIZAÇÃO NA AMAZÔNIA: O CASO DA HIDRELÉTRICA DE BELO MONTE. Entropia, [S.l.], v. 5, n. 10, p. 174-187, jul. 2021. ISSN 2526-2793. Disponível em: <http://www.entropia.slg.br/index.php/entropia/article/view/227>. Acesso em: 20 out. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.52765/entropia.v5i10.227.